5 de março de 2017 |
Por

FAVORITOS FEVEREIRO/17 | CANAL MQN

Os produtos que mais gostei de usar no mês de fevereiro. Vem ver!!

produtos citados

  • 100% Pure Blush, cor Pretty Naked
  • Too Faced Sweet Peach Glow Palette
  • Sephora Collection Perfection Mist Nude Glow
  • NARS Laguna Liquid Bronzer [resenha]
  • The Estée Edit Beam Team Hydrate + Glow, cor Sheer Golden Beige
  • Bobbi Brown Vitamin Enriched Face Base
  • Colourpop lip pencil, cor bbf2
  • NYX Soft Matte Lip Cream, cor Abu Dabhi
  • Shiseido Perfect Rouge Glowing Matte cor RD722
  • Colourpop Super shock Shadow, cores Nillionare
  • Eucerin In Shower Moisturizer for Dry Skin
  • LUSH The Greeench
  • Farsali Rose Elixir [resenha]
  • Tatcha Polished
  • SheaMoisture Superfruit Complex 10-in-1 Renewal System Hair & Scalp Serum Super Fruit
2 Comentários
Categorias: CABELOS, CANAL MQN, MAQUIAGEM, PELE
3 de março de 2017 |
Por

THE GREEENCH DA LUSH| DESODORANTE EM PÓ SEM ALUMÍNIO

IMG_2898

AVALIAÇÃO MQN5CORACAO

Ontem falei sobre a importância de evitar o uso de anti transpirastes com alumínio, e desde que soube da possível relação dessa substância presente na maioria dos anti transpirastes comuns com câncer de mama, tenho procurado opções naturais. Testei alguns já sem muito sucesso, mas desde que achei o The Greeench da LUSH estiou felizona! Ele funciona super bem, segura o suor e mau cheiro e ainda deixa a axila sequinha durante o dia todo.

IMG_2899

Ele é um desodorante em pó, a base de pó de magnésio e bicarbonato de sódio, além de muitos ingredientes comestiveis, rs! (como vários produtos da LUSH), tomilho, alecrim, melaleuca, sálvia. O The Greeech é bem diferente do que típico aerosol que estava acostumada, mas estou me adaptando. Não é tão prático, mas acho que é um “esforço”que vale a pena se me deixar mais segura. Coloco um pouco na palma da mão e aplico na axila seca. Uso de manhã e fico até de noite sequinha e sem cheiro ruim. Ele tem um cheiro forte de ervas se cheirar o pó, mas não fica na pele depois de aplicado.

IMG_2897

Paguei US$7,95 com 80g em NY, mas vende no Brasil também por R$60. Gostei muito e rende bastante. Você pode usá-lo nos pés também para prevenir chulé!

Composição: Talc, Sodium Bicarbonate, Magnesium Trisilicate, Lycopodium Powder, Fragrance, Water (Aqua), Thyme Oil (Thymus zygis), Tea Tree Oil (Melaleuca alternifolia), Benzoin Resinoid (Styrax tonkinensis pierre), Powdered Sage (Salvia Officinalis), Powdered Tea Tree (Melaleuca Alternifolia), Powdered Rosemary (Rosmarinus officinalis), *Limonene, *Linalool, Chlorophyllin .*Occurs naturally in essential oils

8 Comentários
Categorias: PELE
2 de março de 2017 |
Por

ANTITRANSPIRANTES E CÂNCER DE MAMA

CANCERMAMA2

Há alguns meses recebi a difícil notícia que um familiar está com câncer de mama. E desde de então tenho prestado mais atenção no assunto, e é impressionante como as coisas aparecem quando estamos prestando atenção, tenho lido varias noticias interessantes sobre prevenção, causa e tratamentos desse tipo de câncer. E algo que me chamou muito a atenção foi saber sobre a possível relação do alumínio presente nos antitranspirantes e o desenvolvimento de câncer de mama.

Para começar, vamos esclarecer algumas nomenclaturas, que costumamos usar como sinônimos, mas são totalmente diferentes. Desodorantes são produtos que combatem e disfarçam o odor em áreas de mais sudorese, eles possuem substâncias químicas antissépticas que inibem o crescimento das bactérias responsáveis pelo odor desagradável do suor (em outras palavras aquela catinga horrível que ninguém quer). Totalmente diferente de antitranspirantes, que por sua vez, tentam reduzir a transpiração minimizando sua produção ou dificultando a eliminação pelas glândulas sudoríparas. Além de antissépticos, os antitranspirantes possuem complexos de alumínio responsáveis por inibir a produção de suor. Ou seja, a maioria dos  antitranspirantes funcionam como desodorantes, mas a maioria dos desodorantes não atuam como antitranspirantes.

E aí que mora o perigo, segundo algumas linhas de pesquisas, o sais de alumínio obstruem os poros das axilas e impedem a saída de toxinas liberadas naturalmente pelo corpo. Assim, como estas toxinas não podem ser expulsas, com o uso contínuo e prolongado dessas substâncias elas se acumulam nas glândulas linfáticas em debaixo dos braços formando nódulos próximo a região mamária que “ajudam” no desenvolvimento do câncer de mama.

Não sou médica, entendi pouquíssimo ou nada dos artigos técnicos que li para escrever esse post, mas o que fica muito claro é que as pesquisas são inconclusivas e não há conformidade na comunidade médica. No site da ANVISA  tem um nota de esclarecimento dizendo que não há dados científicos suficientes para comprovar a relação do alumínio com câncer de mama, mas… sou dessas que acredita que onde ha fumaça ha fogo, óbvio que o desenvolvimento de um câncer de mama tem a ver com outras questões cientificamente comprovadas como histórico familiar, tabagismo, obesidade… mas se posso substituir o uso de antitranspirantes por desodorantes ou produtos livres de alumínio, principalmente durante a noite, quando a absorção de substâncias por via cutânea é mais efetiva e após depilação, pois pequenos cortes ou abrasões são vias de entrada facilitadas para qualquer substancia, por que não?! Mal não vai fazer.

Comente!
Categorias: DICAS, PELE